Nome Científico
Astronotus ocellatus

Origem: Bacia Amazônica
Comprimento máximo: 45 cm
Comportamento: territorialista e predador.

Também conhecido como Acará-açu e Apaiari, o Oscar (Astronotus ocellatus) é mais um membro da numerosa família Cichlidae, a mesma dos Ciclídeos Africanos e de outras preciosidades do aquarismo, como o Acará Disco e o Acará Bandeira. Nativo da região equatoriana do Peru, Colômbia, Brasil e Guiana Francesa, ocorre em rios da bacia Amazônica com correntes lentas e águas brancas, ou seja, com alto teor de argila em suspensão.

Na natureza apresentam coloração escura com desenhos em mosaicos alaranjados, podendo atingir até 45 cm de comprimento e pesar aproximadamente 1,5 kg. Variedades com aspecto e coloração diferentes são hoje encontradas no mercado, a partir de exemplares criados em cativeiro. Alguns exemplos são o Oscar Red, Red Tiger, Albino Red Ruby, Albino Red Tiger, além de variedades com nadadeiras véu.

Habitam rios com pH ligeiramente ácido (6,8 a 7,0) e águas quentes. A temperatura é um dos principais fatores limitantes de sua distribuição. Em cativeiro, toleram grande variação de pH e dureza da água, desde que a temperatura mantenha-se constante, próxima a 28 °C. Temperaturas baixas podem ser letais a esta espécie.

O Oscar apresenta grande valor comercial. Além de ser amplamente cultivado como peixe ornamental, também é apreciado como peixe de consumo, devido à qualidade de sua carne, com boa consistência e livre de espinhos intramusculares. O crescimento lento, quando comparado a outras espécies, dificulta seu cultivo para este fim.

Os aquaristas descrevem o Oscar como um peixe simpático e brincalhão, capaz de reconhecer o dono e alimentar-se em sua mão. Chega a permitir carícias em seu dorso. É um exímio decorador, remexendo o fundo do aquário e mudando constantemente o arranjo das pedras, conforme seu gosto.

Comportamento e Compatibilidade
Aos menos avisados, os movimentos lentos de seu nado podem sugerir que sejam peixes de fácil convívio com outras espécies. Na verdade são peixes carnívoros, extremamente vorazes e territorialistas. Peixes menores são sempre vistos como presas, portanto não devem ser introduzidos em aquários com Oscar.

Mesmo que sejam adquiridos ainda pequenos, deve-se considerar o potencial de crescimento dessa espécie, que, em cativeiro, pode chegar a 30 cm. Necessitam aquários com bastante espaço, principalmente ser forem mantidos com outros peixes de grande porte ou para abrigar um casal. Os ideais são aquários com até 250 litros. Não devem ser mantidos em aquários com menos de 100 litros, mesmo que seja para manter apenas um exemplar.

 

Mais Informações

Oscar

R$1.00Preço